Papoula ou Papoila, uso culinário

A Papoula ou Papoila, mais especificamente, as suas sementes, são usadas principalmente na Índia, onde se costuma triturá-las, engrossando molhos e dando especial sabor ao caril. No Japão, são empregadas em preparos com verduras. Nos países europeus, as suas sementes são usadas para a fabricação de pães e tortas. Mas desde à séculos e até  aos dias de hoje, os gauleses (franceses) extraíam das sementes de papoula um óleo, a que chamam de ‘oeillette’, muito apreciado pelas suas propriedades e seu gosto delicado, semelhante ao das avelãs.

Rúcula, uso culinário

A Rúcula, é uma planta de paladar amargo, não do gosto de todos , mas apreciada por muitos. Crua pode ser utilizada no preparo de saladas e também como complemento às refeições.  pode servir também para o recheio de pizzas. Misturada como ingrediente, de tortas, lasanhas, sanduíches e bolinhos, pode marcar esses pratos com um pouco de seu sabor levemente amargo. A Rúcula serve também como acompanhamento de carnes de churrasco, tanto crua como salteada em azeite e alho, é particularmente usada na cozinha italiana e francesa e foram os italianos através da sua culinária que a difundiram pelo mundo.

Limão, uso culinário

O Limão é  um fruto versátil e que se ‘encaixa’ bem em diversas utilizações, tanto pode ser usado para fazer suco (sumo) ou refresco de limão (limonada), coquetéis e sorvetes (gelados). Freqüentemente usado para temperar carnes, peixes, frutos do mar, aves, saladas e molhos. Sua casca, em pedaços ou em raspas, é também condimento aromático ou matéria-prima essencial para doces, compotas, pudins, tortas, balas, cremes, recheios, suspiros, caldas etc. Como acontece com quase todas as frutas, os limões também podem ser conservados em calda ou em compotas.

Noz Moscada, uso culinário

A Noz Moscada, tem um paladar único e distinto é usada para condimentar desde molhos brancos, queijos, bolos, tortas e ainda bebidas quentes. É um condimento versátil que pode ser usado tanto em doces como em salgados. É o ingrediente original em alguns ‘cocktails’ como o ‘Alexander’ ou o ‘Golden Cadillac’, entre outros, mas infelizmente muitas vezes substituída pela canela, quer por ser mais comum e, portanto, menos estranha ao paladar, quer pelo fato do seu travo ligeiramente apimentado, não ser tão apreciado por alguns, mas na minha modesta opinião, perdem o verdadeiro potencial que notabilizou estas bebidas a nível internacional.

Laranja, uso culinário

A Laranja, tem inúmeros usos na culinária, é  consumida ao natural (‘in natura’), em saladas e saladas de frutas, , como ingrediente de bolos, tortas, doces, pudins, pães, sorvetes e caldas para cobertura de bolos. Seu suco é também consumido ao natural, sozinho, combinado a outras frutas e ervas ou em diversos drinques alcoólicos e não alcoólicos. O seu suco também é usado como tempero para frango, pato, peru, chester, e em outras carnes e peixes variados. Na culinária brasileira é também usada como acompanhamento de feijoada. A sua casca também é utilizada para o preparo de chás. O pericarpo da laranja (parte branca) seco é usado como tempero.
 
[relacionados tag=laranja]
 
 

Amendoim, uso culinário

O fruto pode ser consumido ao natural (“in natura”), assados ou torrados, com sal ou açúcar e é utilizado na fabricação de bolos, tortas, doces, sorvetes, em chocolates normais ou do tipo ‘snack’ e ou barras energéticas ou e pasta de amendoim. As suas sementes podem ser ingeridas cruas e simples ou com sal, torradas com sal e ou mel. Quando levemente torradas, apresentam-se como um substituto do café. As suas vagens novas podem ser consumidas como vegetal, assim como as folhas jovens.
 
[relacionados tag=amendoim]
 

Avelã, uso culinário

A Avelã, é um ‘fruto’, que se dá a muitas aplicações pode ser consumido ao natural, torrado, com sal ou com mel. É muito comum o seu uso na fabricação de pastas, ‘manteiga’, chocolates simples ou nos chamados ‘snacks’, barras energéticas, bombons, sorvetes, tortas, bolos e biscoitos.  Mas  estamos a ‘falar de um alimento com elevado nível calórico: cada 100 gramas de avelã têm aproximadamente 650 kcal e mesmo com todas as vantagens que tem o seu consumo a moderação deve estar sempre presente.
 
[relacionados tag=avelã]
 
 

Morango, uso culinário

O Morango é mais consumido ao natural ( ‘in natura’ ), simples, com açúcar, com ‘chantilly’ ou com creme de leite, mas também na forma de sucos, com água, leite ou suco de laranja, e vitaminas. Usados na confeção de doces, tortas, sorvetes ou gelados, iogurtes, pudins, flans, geléias, gelatinas, compotas e drinques (bebidas). É também muito usado para decorar sobremesas e bebidas e o seu suco ou sumo em receitas de ‘Cocktails não alcoólicos’. Hoje em dia também é usado na preparação de molhos para acompanhamento de diversas receitas, principalmente de carne.
 
[relacionados tag=morango]
 

Amora Preta, uso culinário

A Amora Preta, é normalmente consumida ao natural (‘in natura’), também servida com creme de leite ou chantilly. É também muito utilizada na preparação de geléias, tortas, sorvetes ou gelados, compotas, doces cristalizados ou em massa, vinhos, licores e xaropes. Mas as novas tendências internacionais, principalmente da ‘alta cozinha’ ou ‘cozinha de autor’ estão a elevar a Amora Preta a um novo patamar, com a inclusão freqüente em pratos salgados (agri doces), normalmente em molhos para carnes, que podem ser as mais variadas, mas principalmente carne de vaca ou vitela.
 
[relacionados tag=amora preta]

Banana, uso culinário

A Banana é um fruto que tanto pode ser consumido ao natural (‘in natura’) ou na forma de sucos ou sumos e em batidos, também chamados de ‘vitaminas’. É muito usada em saladas de frutas e na confecção de diversos tipos de doce (bananada, banana assada com canela, tortas, pavês, etc) e em gelados ou sorvetes, tanto incorporada (gelado de Banana) ou servida a como acompanhamento, como é o caso da famosa ‘Banana Split’. É também utilizada na preparação de  pratos salgados, especialmente para o preparo de molhos (como no fígado à mexicana, prato que usa molho de banana curtida no vinho). Empanada ou panada e frita, é um acompanhamento do ‘virado à paulista’. O seu  “coração” ou “umbigo” é usado na cozinha mineira, cortado em tiras bem finas e refogado.
 
[relacionados tag=banana]