Amendoim, secagem

O Amendoim depois de colhido, deve passar por um processo de secagem ainda com a planta inteira. A secagem costuma ser feita ao sol, no campo ou em terreiro durante cerca de dois dias. No campo, as vagens não devem ficar em contato direto com o solo úmido, para evitar contaminação por fungos. As plantas devem ficar expostas ao sol para secar durante dois dias. Para que a secagem seja realmente completa, as sementes devem ficar por mais dois ou três dias em área cimentada ou sobre uma lona plástica antes de serem armazenadas.

Amendoim, colheita

O Amendoim, deve ser colhido a planta inteira, ou seja, a parte aérea e as raízes. A melhor época para a colheita é quando, em cada planta, cerca de 70% das vagens apresentarem a característica mancha escura em seu interior. A colheita pode ser manual ou mecânica, sendo a mecânica a que apresenta, mais baixos custos, especialmente em grandes áreas de plantação. Na mecanizada, as plantas são arrancadas mecanicamente e, após secagem, suas vagens são destacadas das ramas em máquinas que recolhem as plantas no terreno. Na manual, as raízes são cortadas, arrancadas manualmente e secas. Em seguida, as vagens são batidas em balaio e abanadas em peneira.

Amendoim, como plantar

O Amendoim, é uma planta de origem de climas Tropicais e subtropicais, mas que se adapta a quase todos os tipos de clima, com exceção das áreas excessivamente húmidas, pois não gosta de muita água, nem excessivamente frias. Gostas de muita exposição solar. Pode ser cultivado em quase todos os tipos de solo, desde que sejam férteis, de boa topografia e bem drenados. O desenvolvimento e colheita são favorecidos nos solos arenosos, com pH entre 6,0 e 6,2. A propagação faz-se por sementeira direta e os espaçamentos devem ser de 20 cm entre sementes e de 50 cm nas entre linhas.
 
[relacionados tag=amendoim]
 

Amendoim, uso na beleza

O amendoim e seu óleo, não servem só como alimento ou para utilizar na culinária, é aliás utilizado com alguma freqüência na fabricação de cosméticos, de sabão ou sabonetes e em óleos de massagem e até em bronzeadores. O óleo das suas sementes é também usado como ingrediente na preparação de pomadas e cremes. É também usado, na forma de máscara, para tratar peles secas e ou com fissuras. Uma forma simples de o fazer é utilizar a ‘Manteiga de Amendoim’.
 
[relacionados tag=amendoim]
 

Amendoim, óleo vegetal

O Amendoim, para além do seu consumo ‘inteiro’, também é muito utilizado para produção de óleo alimentar, que a par com o óleo de soja, estão entre os melhores óleos culinários, nas sua relação preço qualidade, depois do azeite que tem qualidades únicas, é também usado como parte integrante em muitas margarinas.
O bagaço proveniente da prensagem das sementes (chamado de torta) serve para a fabricação de bolachas e comidas para bebês, pois retirado o óleo ainda mantém um alto valor nutritivo, mas muito mais baixo em calorias.
 
[relacionados tag=amendoim]

Amendoim, o fruto (semente)

O Amendoim é um fruto, mais especificamente uma semente, que é do tipo vagem (legume), indeiscente, que pode variar de dois até cerca de dez centímetros de comprimento e possui de entre uma a cinco sementes em seu interior, com um formato globoso a alongado. A casca das suas sementes pode variar na sua cor, desde o rosa, vermelha, púrpura, marrom (castanho), amarela ou branca. Já a casca da sua vagem é de uma cor bege ou marrom muito clara.
 
[relacionados tag=amendoim]

Amendoim, uso culinário

O fruto pode ser consumido ao natural (“in natura”), assados ou torrados, com sal ou açúcar e é utilizado na fabricação de bolos, tortas, doces, sorvetes, em chocolates normais ou do tipo ‘snack’ e ou barras energéticas ou e pasta de amendoim. As suas sementes podem ser ingeridas cruas e simples ou com sal, torradas com sal e ou mel. Quando levemente torradas, apresentam-se como um substituto do café. As suas vagens novas podem ser consumidas como vegetal, assim como as folhas jovens.
 
[relacionados tag=amendoim]
 

Amendoim, descrição botânica

O Amendoim, é uma planta de porte herbáceo, prostrada ou decumbente, de ciclo anual (bi anual em climas mais quentes), com uma haste central ereta. Tem uma raiz central bem desenvolvida que dá origem a numerosas raízes laterais espiraladas, normalmente com a presença de nódulos, que se estendem para dentro do solo. Suas folhas são verdes, de superfície lisa, estipuladas e pinadas com dois pares opostos de folíolos. As suas flores são sésseis e fechadas entre duas brácteas. As suas flores têm diferentes cores conforme a variedade, desde o laranja, amarelo, creme e raramente branca. A cor padrão é laranja, com nervuras avermelhadas.
 
[relacionados tag=amendoim]

Amendoim, a planta

O Amendoim, é uma planta nativa da América do Sul, muito provavelmente do Brasil, de nome científico “Arachis hypogaea L. – Fabaceae (Leguminosae)”, foi espalhada pelo mundo pelos colonizadores portugueses e espanhóis. Atraídos pela grande facilidade de adaptação da planta a quase todo o tipo de solo e de clima e por seu alto valor nutritivo, os exploradores difundiram-na para os outros continentes, sendo hoje uma planta (fruto) produzida e consumida nos ‘quatro cantos’ do mundo, com particular incidência nos Estados Unidos, onde a chamada ‘Manteiga de Amendoim’ é de consumo quase obrigatório.
 
[relacionados tag=amendoim]
 
 

Amendoim, curiosidade

O amendoim ao contrário do que é normal e algo que a grande maioria das pessoas desconhece, a sua ‘vagem’ não cresce na parte exterior da planta, como é normal em ‘todas’ as plantas que apresentam as ditas cápsulas ou ‘vagens’, mas antes ao nível subterrâneo, ou seja, é nas suas raízes, que se desenvolvem os nódulos aos quais chamamos de fruto e que na verdade desconheço se existem outras plantas com iguais características ou mesmo se há uma designação própria para este tipo de ‘vagem’.
 
[relacionados tag=amendoim]