Agnocasto, história

O Agnocasto, de nome Latim “agnus-castus”, significa “cordeiro casto”, nome atribuído devido ao uso dos seus frutos como um inibidor do desejo sexual. Na Antiguidade, os homens usavam essa planta durante longos períodos de meditação e retiro espiritual. O Agnocasto é uma das plantas citadas no “Herbolarium Angelicum”, manuscrito medieval que reúne uma série de receitas vegetais e seus usos simbólicos, todas com o intuito de aproximar o homem dos deuses e anjos, especialmente por meio da castidade. A planta produz flores de cor violeta ou azulada.

 

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *