Noz Moscada, história

A Noz Moscada, passou a chegar à Europa, por via marítima, trazida pelos portugueses em 1512. A partir desse acontecimento, ela foi motivo de guerras pelo controlo das Ilhas Molucas, de onde é endêmica e o único local onde era possível a encontrar nesses tempos. Primeiro a Noz Moscada ficou sob o monopólio de Portugal por mais de cem anos.
Depois desse período, os holandeses expulsaram os portugueses das ilhas e dominaram o mercado da especiaria, chegando ao extremo de destruir as plantações que não eram capazes de supervisionar.
No século XVIII (18), a Noz Moscada passou a ser o condimento mais caro no mercado, estimulando as disputas entre os povos e as estratégias para a obtenção de sementes. O monopólio nas Ilhas Molucas durou até a ocupação pelos ingleses, de 1796 a 1802. Com a saída dos ingleses, o cultivo da Noz Moscada espalhou-se para o resto do mundo.
 

Add a Comment