Caju, uso culinário

O caju é consumido de diversas formas, tanto o seu pseudofruto que é consumido fresco, “in natura”, ou usado para fazer sucos ou sumos, geléias e doces de todos os tipos (por exemplo: sorvetes, gelados, compotas, doces em calda ou cristalizados), sendo que é na sua região “natal”, onde muito consumido, mais precisamente no Nordeste do Brasil. A castanha-de-caju, retirada do fruto (cuja casca não pode ser consumida) e assada, é usada como alimento, como petisco e também em uma variedade de pratos doces e salgados. No Nordeste, é misturada à farinha de mandioca, originando uma guloseima vendida na rua em pequenos cones de papel. No Resto do mundo o mais comum é a sua semente ou castanha, torrada com sal, que serve normalmente como aperitivo, ou para acompanhar uma boa cerveja e ou outras bebidas.

 

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *