Agastache mexicana, como usar

A planta agastache mexicana, ou hissopo-mexicano, pode ser usado como erva aromática para a elaboração de pratos de carne, em molhos, saladas ou sopas. O sabor é idêntico ao do estragão, podendo usar-se na falta deste, sem que se identifique um sabor diferente.
É usada esta planta também para efeitos decorativos, pois é uma espécie muito bonita. Em jarras dentro de casa, é bastante resistente e as flores mantêm-se frescas durante muito tempo.
Pode ainda usar esta erva aromática como substituto do açúcar, adicionando algumas folhas ao seu chá. O sabor é agradável e tem benefícios importantes para o alívio de inflamações de garganta e constipações.

Erva Cidreira, como plantar

A Erva Cidreira, é uma planta de climas temperados, prefere a meia sombra à exposição total ao Sol e as suas necessidades de água são moderadas. Quanto ao tipo de solo prefere solos de textura média, ricos em nutrientes e matéria orgânica, não muito areado, úmidos, mas com boa drenagem. A propagação faz-se por estaquia de ramos novos e os espaçamentos devem rondar os 40 a 50 cm. entre plantas e de 1,2 a 1,5 mt. nas entre linhas. É muito produtiva é comercializada fresca ou seca, pelo que o seu cultivo se torna rentável.
 
[relacionados tag=erva cidreira]

Orégão, Orégano, descrição botânica

O Orégão ou Orégano, é uma planta de tipo herbáceo, com um ciclo perene e que pode chegar a atingir até 80 centímetros de altura. O seu caule é ereto e de formato quadrangular, pubescente e ramificado na parte superior. As folhas são inteiras, pecioladas, opostas, de formato oval, pontiagudas, de cor verde escura e levemente pubescentes. As suas flores possuem colorações variadas, que podem ir desde o rosa até o branco, e estão agrupadas em inflorescências do tipo panícula, bem densas. O fruto é do tipo aquênio.
 
[relacionados tag=avelã]

Orégão, Orégano, curiosidade

O Orégão ou Orégano, foi ‘trazido’ ao conhecimento internacional pela cozinha italiana, mas é desde à milênios utilizado pelo povos de toda a bacia mediterrânea, nuns locais mais do que outros, mas em alguns casos até com alta importância.
Os gregos já reverenciavam esta planta como erva aromática com um importante relevo, utilizavam-na na preparação  de molhos, como tempero, como aromatizante e na elaboração de um vinho aromático que foi batizado de “alegria da montanha”, em homenagem ao seu parentesco com a manjerona (também conhecida por Manjericão ou basilico).
 
[relacionados tag=orégão]

Aneto, uso culinário

O Aneto, em termos de culinária, tanto é usado como erva aromática, com condimento, nesta caso as suas sementes. As suas sementes são ligeiramente soporíferas e bem mais fortes que as folhas. Normalmente, as suas sementes, inteiras ou moídas, são adicionadas, em conservas, aos pepinos pequenos (cornichons) ou à couve-flor. As suas folhas, que não são amargas como as sementes, ressaltam o sabor de peixes, aves, salada de batatas, molhos, manteigas aromáticas, pães, pastas de ricota e patês. É o tempero mais usado em peixes nos países da Escandinávia. Na Alemanha, é muito empregado em sopas e cozidos. Na India, o Aneto é usado com freqüência, no preparo de lentilha ou feijão.
 
[relacionados tag=aneto]
 

Manjericão, uso culinário

O Manjericão, é uma erva aromática de excepcional paladar e pouco conhecida até à pouco tempo, onde quase só era utilizada na Cozinha Italiana. Nos dias de hoje a situação está a inverter-se e é cada vez mais uma erva muito utilizada e apreciada na “Cozinha de Autor ” ou “Alta Cozinha”, pelos melhores “Chefs ” em todo o mundo. è uma erva muito versátil e pode usar no preparo de molhos, extratos de tomate e em pizzas, com cogumelos, com peixes, em carne de galinha, para aromatizar ovos, sanduíches, juntamente com queijo parmesão, azeite e alho, faz um molho fabuloso.
 
[relacionados tag=manjericão]
 
 

Aneto, curiosidades

O Aneto, tem outras designações algumas das quais mais populares e conhecidas, entre elas estão: anega, dill ( em Inglês), também como endro e como funcho-bastardo, pois são aliás, seus parentes próximos, não só o funcho, mas também o são, o coentro, o anis, o aipo, a angélica e a alcarávia.
Depois que floresce e forma as sementes, a planta morre: se as sementes não forem colhidas, caem no solo, dando origem a novas plantas, motivo porque surge como espontânea em tantos locais.
 
[relacionados tag=aneto]
 

Aneto, secagem

O Aneto, sendo uma planta de ciclo anual e que morre após o amadurecimento das suas sementes, é uma planta que dificilmente teremos, em fresco, durante todo o ano, pelo que o ideal é secar para que a tenha disponível, para tal, devemos seguir algumas práticas, para a sua boa conservação:

  • Folhas: Secar ao ar livre, em local sombreado e com boa ventilação.
  • Sementes: Os frutos devem ser secos antes de serem debulhados para que seja mais fácil retirar as sementes. Secar ao ar livre, em local sombreado e bem ventilado.

[relacionados tag=aneto]

Aneto, como plantar

O Aneto, é uma planta que se adapta a variados tipos de clima que vão desde os climas temperados aos climas subtropicais e mesmo tropicais. Gosta de muita exposição solar e aceita praticamente todo tipo de solo, desde que bem drenado. No entanto, adapta-se melhor a solos de textura argilo-arenosa, férteis, levemente ácidos e ricos em matéria orgânica. As suas necessidades de água são moderadas e não tolera solos encharcados, principalmente junto às raízes. A propagação faz-se por semente, mas não deve utilizar sementes onde o funcho tenha sido plantado junto, pois pode ocorrer cruzamento. Os espaçamentos podem variar entre 15 a 40 centímetros entre plantas e 30 a 90 centímetros entre linhas, dependendo da fertilidade do solo.
 
[relacionados tag=aneto]
 

Aneto, colheita

O Aneto, é uma planta que pode ser usada de várias formas e tanto as suas folhas como as suas sementes, o que faz com que para diferentes tipos de utilização, tenha diferente alturas para ser colhida, pelo que passo a assim as diversas formas de a tratar:

  • Folhas: As suas folhas colhem-se quando ainda verdes, mas já maduras, para obter o máximo do seu aroma.
  • Sementes: Quando o objetivo é usar para condimentar pickles, deve-se colher as sementes enquanto as flores ainda estiverem no pé. Para tempero, devem ser deixadas por mais tempo na planta, até que fiquem castanhas (marrons).

[relacionados tag=aneto]