Angélica, uso culinário

A Angélica, não sendo uma planta, muito conhecida e utilizada para fins culinários, no Norte e Centro da Europa, onde ainda é uma planta espontânea, existe alguma tradição no seu uso, desde as suas folhas, que são utilizadas na elaboração de saladas verdes, gratinados, tortas de frutas, caldos de peixe e inclusive na aromatização de queijos.

Os seus caules são cristalizados com açúcar e usados em doces, confeitarias e pastelaria, as suas raízes e sementes são utilizadas para aromatizar licores e outras bebidas alcoólicas, tais como,  vermutes, gins, vodkas, stregas e chartreuses.

 

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *