Limão, uso culinário

O Limão é  um fruto versátil e que se ‘encaixa’ bem em diversas utilizações, tanto pode ser usado para fazer suco (sumo) ou refresco de limão (limonada), coquetéis e sorvetes (gelados). Freqüentemente usado para temperar carnes, peixes, frutos do mar, aves, saladas e molhos. Sua casca, em pedaços ou em raspas, é também condimento aromático ou matéria-prima essencial para doces, compotas, pudins, tortas, balas, cremes, recheios, suspiros, caldas etc. Como acontece com quase todas as frutas, os limões também podem ser conservados em calda ou em compotas.

Melancia, uso culinário

A Melancia, é tradicionalmente uma fruta que é mais consumida ao natural (“in natura”), mas também na forma de suco (sumo), em sorvetes, em saladas de fruta e até em saladas salgadas ou agridoces, para serem servidas como entradas. O que se calhar não sabe é que ela é ótima para ajudar a emagrecer, pelo que, deveria ser de consumo obrigatório para quem quer perder peso de forma saudável. Numa forma não tão saudável, mas saborosa, da sua polpa também pode ser feita a compota.
 
[relacionados tag=melancia]

Laranja, uso culinário

A Laranja, tem inúmeros usos na culinária, é  consumida ao natural (‘in natura’), em saladas e saladas de frutas, , como ingrediente de bolos, tortas, doces, pudins, pães, sorvetes e caldas para cobertura de bolos. Seu suco é também consumido ao natural, sozinho, combinado a outras frutas e ervas ou em diversos drinques alcoólicos e não alcoólicos. O seu suco também é usado como tempero para frango, pato, peru, chester, e em outras carnes e peixes variados. Na culinária brasileira é também usada como acompanhamento de feijoada. A sua casca também é utilizada para o preparo de chás. O pericarpo da laranja (parte branca) seco é usado como tempero.
 
[relacionados tag=laranja]
 
 

Damasco, uso culinário

O Damasco é muito consumido em fresco (‘in natura’) ou seco, principalmente no Natal, é também muito utilizado em doces e geléias. É utilizado também para fazer suco ou sumo, conhaque e licores. O óleo extraído do seu caroço é usado, em algumas culturas, como tempero. É também no seu estado seco que começa a surgir na ‘alta cozinha’ ou cozinha de autor’, como ingrediente para acompanhar a confeccionar com carnes, principalmente, onde os contrates e os agri-doces, são uma tendência que veio para ficar.
 
[relacionados tag=damasco]