Graviola, descrição botânica

A Graviola , de nome científico “Annona muricata L. – Annonaceae”, é uma planta arbórea de pequeno porte, a sua altura varia entre os quatro e os seis metros, as suas folhas são verdes e brilhantes e flores são em tons de amarelo, grandes e isoladas, que surgem tanto no tronco e nos ramos. O fruto é ovóide ou em forma de coração, de cor verde, apresentam falsos espinhos carnosos curtos e moles. A sua polpa é branca, doce, mas ligeiramente ácida e produz muitas sementes escuras.
 
[relacionados tag=graviola]
 
 
 

Graviola, uso culinário

A Graviola é um fruto que se adapta às mais diversas finalidades culinárias e começa também a ser introduzida na “Alta Cozinha” ou “Cozinha de Autor”, pois com a sua polpa é possível fazer desde purês, a chutneys agridoces, geléias e refrescos, além de Cocktails (coquetéis) acompanhados geralmente com sucos de citrinos, pois o fruto proporciona um suco delicioso e presta-se, também, muito bem no preparo de sorvetes e compotas. Quando madura, pode ser consumida em pedaços, pura ou polvilhada com açúcar ou calda. Quando verde, pode ser cozida e consumida como legume.
 
[relacionados tag=graviola]
 
 

Graviola, curiosidades

A Graviola, é utilizada desde há centenas de anos com os mais diversos fins medicinais, desde as Guianas (de onde é original), passando pelos os Andes peruanos e também na Amazónia. Possui poderes como anti-cancerígeno e anti-tumoral, os quais têm sido estudados desde a década de 70. Estudos mostraram que o seu princípio activo, a “acetogenina anonácea”, que se  encontra nas folhas, no pecíolo e na casca da planta possuem comprovadas acções contra as células cancerígenas. Estudos focados nesse princípio activo têm sido, desde então, estudados por diversos centros de pesquisa e ele é hoje patenteado sob diversas formas.
 
[relacionados tag=graviola]
 
 

Graviola, colheita

A Graviola, tem várias fases de colheita conforme a parte da planta a utilizar, os seus frutos devem ser colhidos antes do total amadurecimento, normalmente a partir do terceiro ano de plantio. Porém, não podem ser colhidos verdes, senão seu sabor fica alterado. Excepção feita caso a pretenda usar como “legume”, aí pode ser colhido em verde e posteriormente cozinhado ( a forma mais comum é cozido). As suas folhas, podem-se colher durante todo o ano. No caso das sementes, deve aguardar pela a maturação plena dos frutos.
 
[relacionados tag=graviola]
 

Graviola, como conservar

Como deve consumir e conservar as diferentes partes da Graviola, varia conforme o pretendido, os seus frutos devem ser colocados em cestos, em local arejado e protegido da luz, até que fiquem macios, são geralmente consumidos na forma fresca, mas a sua polpa pode também ser congelada.
As suas folhas, são secas ao ar livre, em local arejado e sombreado, se for em  secador, a temperatura máxima não deverá ultrapassar os 35 graus centígrados, conservar em sacos de pano ou papel longe da luz e da humidade.
As sementes, são retiradas dos frutos maduros e secas ao sol ou em secador, com uma temperatura nunca superior a 50º centígrados e posteriormente guardadas em recipientes de vidro bem fechados.
 
[relacionados tag=graviola]

Graviola, como plantar

A Graviola, gosta principalmente de climas quentes, adaptando-se desde o clima tropical, tropical húmido, semi-húmido ou sub húmido, gasta de exposição solar plena e as necessidades de água são relativamente baixas, sendo inclusive uma planta com resistência a deficiências hídricas, no entanto, para as plantas jovens, recomenda-se a irrigação com 10 litros de água por dia para cada planta, para as plantas adultas o ideal será entre dez a vinte litros semanais. É muito pouco exigente quanto ao tipo de solo, mas desenvolve -se melhor em terrenos de textura média, bem drenados, profundos e ricos em nutrientes, podendo precisar de alguns suplementos minerais e esterco de animal curtido. A sua propagação faz-se por sementes, estacas ou enxertos.   O espaçamento, varia entre os 4 a 8 metros entre plantas, dependendo do porte da planta e da topografia do terreno.
 
[relacionados tag=graviola]

Graviola, a planta

A Graviola,  é uma planta que tem a sua origem nas Antilhas, onde se encontra em estado silvestre. apesar de muitos a considerarem original da América Central e nos Vales do Peru e a partir daí que os exploradores espanhóis a disseminaram por outras regiões tropicais do mundo. Ela é considerada como a maior, a mais tropical, a mais perfumada e a mais importante entre todas as frutas genericamente conhecida como araticuns, sendo muito cultivada no Nordeste e Norte brasileiros. No Brasil, tornou-se sub espontânea na Amazónia, sendo cultivada principalmente nos estados do Nordeste. Prefere climas húmidos, baixa altitude, e não exige muito em relação a terrenos.
 
[relacionados tag=graviola]