Verbena, como plantar

A Verbena, é uma planta de clima tropical e subtropical. Gosta de muita exposição solar e as suas necessidades de água são moderadas. O tipo de solo que prefere é o solo de textura argilo-arenosa, rico em nutrientes e matéria orgânica, úmido e próximo ao neutro, com pH entre 6,0-7,0. A sua propagação se faz, no início da primavera,  por sementes , estaquia de ramos novos e divisão de raízes.  Os espaçamento devem ser de cerca de quarenta centímetros entre plantas e de sessenta a oitenta nas entre linhas.

Manjerona, como plantar

A Manjerona, e uma planta que se adapta, desde os climas temperados amenos até aos climas tropicais, gosta de muita exposição solar e gosta de água com moderação. Prefere solos com textura areno-argilosa, ricos em nutrientes e matéria orgânica e muito próximos do neutro, com pH 6,7-7,0. A sua propagação tanto pode ser feita por sementes, divisão das touceiras e por estacas de ramos jovens. Quanto aos espaçamentos, eles devem rondar os trinta centímetros entre plantas e cerca de sessenta centímetros nas entre linhas.

Hena, como plantar

A Hena, é uma planta que se adapta desde o clima tropical quente até ao clima semi árido e inclusive cresce bem em condições desérticas e as suas  necessidade de água é moderada a baixa (entre uma rega e outra, recomenda-se deixar primeiro o solo ficar bem seco). Gosta de muita exposição solar. Quanto ao tipo se solo também é muito pouco exigente e adapta-se a diversos tipos de solo, do pedregoso ao arenoso, inclusive os baixa fertilidade onde não é possível cultivar a maior parte das espécies vegetais. A sua propagação se faz por semente e o espaçamento entre plantas varia conforme o clima e o tipo de solo, devendo ser mais espaçado quanto mais seco e infértil for o solo.
 

Grão de Bico, como plantar

O Grão de Bico, é uma planta que gosta de clima temperado ameno, com temperaturas de 20º C a 25º C. Gosta de muita exposição solar e de água em quantidade moderada. Prefere solos de textura sílico-argilosa, ricos em nutrientes e matéria orgânica, profundos, bem drenados, com um pH próximo ao neutro ou alcalino, entre os 6 e 9 , e com baixa salinidade. A sua propagação faz-se por sementeira direta, com um espaçamento de cerca de trinta centímetros entre plantas e de trinta a cinqüenta cm mas entre linhas. A colheita faz-se quando a planta já está seca, retirado o Grão, o restolho pode ser usado para alimentar o gado.
 

Mirtilo, como plantar

O Mirtilo, é uma planta pouco exigente a nível climático, mas por ser uma planta de folha caduca, gosta de climas que tenham um período de Inverno, exige solos medianamente ácidos (pH entre 4,5 a 5,2), ricos em matéria orgânica e, normalmente, pode ser necessária a irrigação e a gota a gota é a mais recomendada, a irrigação é fundamental para evitar perdas após o plantio e para assegurar que a produção se mantém constante e de boa qualidade. Quanto aos  espaçamentos devem rondar  entre 1,20 a 1,50 metros entre plantas e 3 metros nas entre linhas (o espaçamento entre linhas dependerá da utilização de máquinas, conforme a largura dos equipamentos utilizados).

Almeirão, como plantar

O Almeirão, é uma planta que se adapta melhor a um tipo de clima temperado e subtropical frio, não é uma planta que goste de muito sol, preferindo mesmo a sombra, mas com alguma luz, necessita de água em abundância. Os tipos de solos em que melhor se desenvolve são os solos ricos em matéria orgânica e neutros, com índice de pH próximo do 7. A sua propagação se faz por semente, com uma plantação que deve rondar o espaçamento de dez centímetros entre plantas e cerca de vinte e cinco nas entrelinhas.
 

Bardana, como plantar

A Bardana, é uma planta de climas temperados e ou sub tropicais e prefere temperaturas médias anuais entre os 16 e os 22ºC. Gosta de muita exposição solar e de água com moderação. O tipo de solo que mais gosta é o de textura arenosa, profundo, rico em nutrientes, com boa drenagem e tem uma boa amplitude de aceitação quanto aos níveis de pH e tolera solos ácidos e alcalinos, com uma variação de pH desde o 5,0 até ao 8,5. A sua propagação faz-se por semente e os espaçamentos devem rondar os trinta cm entre plantas e os 50 cm nas entre linhas.

Magnólia, como plantar

A Magnólia, é uma planta que tendo a sua origem em zona de clima subtropical e tropical, mas adaptada também aos climas temperados. A sua exposição solar deve variar entre a meia sombra e a exposição plena e as suas necessidades de água são moderadas. Prefere solos bem drenados, úmidos e ricos em matéria orgânica e nutrientes e se possível, terrenos de textura arenosa, em áreas pantanosas e de florestas ela pode surgir de forma espontânea como planta silvestre. A sua propagação se faz por enxertia de mudas (mediante a cor pretendida) ou diretamente por semente, quanto aos espaçamentos, não é uma planta que seja usada para produção agricola nem florestal.
 

Salsa, como plantar

A Salsa, é uma planta que precisa de um clima, no mínimo, temperado ameno, pois não resiste a geadas, mas que também pode ser cultivada em climas frios, com a condicionante de terem um período mais curto de produção. Gosta de muita exposição solar e de água com moderação, mas, se deixar o solo secar demasiado, rapidamente ‘espiga’, ou seja começa o processo de floração, para preparar as sementes para o ano seguinte, este processo pode ser interrompido, regando a planta devidamente e cortando a ‘espiga’. Gosta de solos com textura areno-argilosa, rico em matéria orgânica, bem drenados e ligeiramente ácidos, com pH 5,5-6,7. A sua propagação faz-se por sementeira em local definitivo.
Pode ser semeada em vaso e mantida dentro de casa e assim poderá ter salsa fresca durante todo o ano.
[relacionados tag=”Salsa”]

Coca, como plantar

A Coca, é uma planta dos climas tropicais de altitude e é endêmica (nativa) das regiões dos altiplanos ou planalto dos Andes, mas o seu cultivo é proibido em praticamente todo o mundo e em alguns países onde existem condições favoráveis para o seu cultivo, a simples divulgação de como o fazer pode ser considerado como crime. Assim sendo e mantendo o devido respeito pela legislação brasileira e de outros países, o sistema de cultivo e conservação da coca não pode nem deverá ser divulgado.