Biopesticidas na sua horta

A utilização de pesticidas químicos envenenam as pragas das nossas hortas mas também quem come os produtos daí retirados e embora não sejam doses fatais para o ser humano a sua acumulação é considerada altamente prejudicial para a nossa saúde.
A simples utilização de plantas aromáticas nas nossas hortas é desde logo uma boa forma de repelir algumas pragas indesejáveis, noutros casos existem diversas formas de preparar e utilizar biopesticidas por infusão, decocção e fermentação.

Urtiga, Biopesticida, como fazer

Antes de começar as precauções a ter em conta: Proteja bem os seus olhos e a sua pele sempre que manusear urtigas.
O produto resultante da sua preparação tem uma “validade” aproximada de seis meses.
Como confeccionar:

  • . colha as urtigas pique-as e coloque em água na razão de uma parte de urtigas para dez de água.
  • ferva durante meia hora deixe arrefecer coe e reserve.
  • ou deixe macerar durante não menos de quatro dias, esta opção é mais ecológica pois não consome energia, mas devido à fermentação fica com um cheiro similar a estrume, a escolha é sua, passados os quatro dias coe e reserve.

Aplicação:

  • proteja-se sempre como com qualquer pesticida.
  • utilize uma parte do preparado por cada dez de água.
  • pode pulverizar abundantemente, pois também beneficia o solo.
  • repita o procedimento passados quinze dias e ou se surgir alguma praga, evite pulverizar durante a floração.

 
Boas colheitas
 
[relacionados tag=“urtiga”]
 

Biopesticidas, insecticidas biológicos

Uma palavra e um conceito ainda desconhecido de muitos, mas que soma vantagens sobre vantagens relativamente aos insecticidas químicos convencionais.
Em nossas casas soma vantagens pois não somos negativamente afectados por eles, pois funcionam como repelentes sem o efeito tóxico indesejável do envenenamento por inseticidas, afastando os insectos sem nos intoxicar.
Podem ser utilizadas plantas vivas como a alfazema, o basilico ou manjerona, o tão estimado manjerico, o alecrim, etc… Pode também utilizar plantas secas, insensos, velas, óleos essenciais, etc..
 
[relacionados tag=“alfazema”]

Alfazema / Lavanda

A alfazema é uma planta multifacetada conhecida e usada desde a antiguidade com os mais diversos fins e as suas excelentes propriedades têm vindo a ser estudadas e comprovadas umas já conhecidas outras ainda a serem descobertas.
É óptima para decoração seca ou planta viva, é excelente para afastar insectos, tem uma óptima fragrância e tem propriedades medicinais. Resumindo, tenha sempre alfazema em casa pois só tem a ganhar.
No exterior, em canteiros ou vasos, estará sempre à mão pronta para usar.
 
[relacionados tag=“alfazema”]

Origem do sobreiro

O sobreiro é originário da região oeste do mediterrâneo, nomeadamente Portugal, Espanha, Itália, Argélia e Marrocos, costuma dar-se em altitudes de 300 metros e não vai além dos 500 metros, pelo que é muito dificil encontrar-se em regiões montanhosas. É apelidada de árvore de plena luz e tolera climas com períodos estivais secos e pluviosidade baixa. É adaptada a climas com alguma humidade, mas não se dá muito bem com geadas.
 
[relacionados tag=“sobreiro”]

Sobreiro

O sobreiro é uma árvore de porte médio que pode atingir entre 10 e 20 metros de altura, com uma copa ampla e não muito densa. O seu tronco é ramificado e tortuoso e revestido por uma casca grossa e fendida, a chamada cortiça. As folhas são persistentes e normalmente é mau sinal a folha do sobreiro cair. A cortiça revela uma importância enorme para a ecologia local uma vez que além de proteger a árvore contra fogos, abriga vários animais nas suas fendas, nomeadamente alguns insectos, musgos e algumas plantas de pequeno porte.
 
[relacionados tag=sobreiro]

Tomate, uso culinário

O tomate, é um fruto muito utilizado na culinária. Pode ser consumido ‘in natura’, verde ou maduro, em saladas, lanches e sucos, ou ainda refogados ou fritos. Usado em inúmeros pratos salgados, como sopas, e como parte integrante de molhos para massas e carnes e tortas, aperitivos e recheados. Não pode faltar em um numero muito variado de receitas da cozinha mediterrânica, é uma verdadeira surpresa pelas suas capacidades anti-oxidantes porque contém elevadas quantidades de licopeno, um conhecido anti-oxidante. Ou seja, além de ser um fruto altamente apreciado por todos e em todo o mundo, faz muito bem à saúde pela sua composição.
 
[relacionados tag=tomate]