Abrótano, origem botânica

O abrótano chegou à Europa, vinda da Ásia Ocidental, pelas mãos dos monges há cerca de 1000 anos. Foi entretanto plantada em mosteiros e jardins de palacetes durante vários séculos. Acreditava-se na época que a planta era mágica e protegia as pessoas de certos males e pragas, além de que também era um estimulante para o crescimento dos cabelos.

A planta produz folhas finas, libertando um aroma agradável a limão e cresce entre os 63 cm e os 100 cm. É uma planta rica em óleos essenciais, alcalóides e taninos. A planta é bastante tóxica pelo que deve ser usada com cuidado.

 

 

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *