Mirra, como plantar

A Mirra, é uma planta originária de climas desérticos e semi desérticos, e é considerada uma planta rústica e que, por isso, não tem grandes exigências, quer no tipo de clima, pois desenvolve-se em quase todos os climas, também e muito pouco exigente quanto a o tipo de solo, mas convém que seja um solo com boa drenagem, gosta de muita exposição solar e é pouco exigente quanto à agua, sendo que cresce melhor, na sua presença (sem encharcar). A sua propagação faz-se por estaca e pega com extrema facilidade, quanto ao espaçamento não disponho de informações, visto que o seu cultivo mais comum é feito em vaso.
 
[relacionados tag=”Mirra”]

Mirra, lenda

A Mirra, segundo contas as, antes de Jesus Cristo ser crucificado, ele também tomou, antes de ser pregado à cruz, uma mistura narcótica de vinho e mirra, como relata o Evangelho segundo São Marcos (capítulo 15, versículo 23). No Oriente e na bacia do Mediterrâneo, a mirra foi muito utilizada na fabricação de incensos, perfumes, remédios e também no embalsamento. As crenças dizem que, se cultivada em um vaso colocado na entrada da sua casa, a mirra a vai manter protegida dos ambientes e as contra energias negativas.

Mirra, para da higiene bocal

A Mirra, em termos da medicina popular, é uma planta que quase caiu em desuso, sendo mais usada pelas suas ‘propriedades místicas’, mas a planta possui elevadas propriedades terapêuticas entre elas é adstringente, anestésica, anti-séptica, anti-inflamatória, aromática, cicatrizante, desinfetante, desodorante, fortelecedora do tecido gengival, fungicida, revitalizante, no entanto, não tenho conhecimento de como ela pode ser usada para estes diversos fins.
É muito usada em produtos de higiene bocal, como enxaguatórios e pastas de dente, para promover a assepsia, fortalecer as gengivas e tratar de aftas e úlceras. Utilizada também para o tratamento de inflamações da pele e das mucosas.
 
[relacionados tag=”Mirra”]

Mirra, a planta

A Mirra, é uma planta que tem a sua origem na África Oriental (Somália, Etiópia e Sudão) e Arábia do Sul, a mirra produz uma goma resinosa muito aromática e utilizada para fazer defumadouros. Na história da Bíblia, a mirra foi um dos presentes dados pelos Reis Magos ao menino Jesus, na sua longa viajem até Belém. Hoje em dia o seu óleo é empregado em perfumes florais e orientais e também na aroma-terapia, sendo indicada para estimular a compreensão, a estabilidade e a fertilidade.
 
 

Mirra, uso na beleza

A Mirra, é uma planta para ajudar em várias situações, ela é indicada para peles maduras (com mais de 50 anos), é usada em produtos que devolvem o viço de peles envelhecidas e enrugadas. Utilizada ainda na forma de pomada para o tratamento de acne, em óleos e cremes de massagem corporal revitalizante, em banhos de imersão aromáticos e em desodorantes corporais. Na indústria da perfumaria ela é utilizada por ser considerada um ótimo fixador. Não conheço, receitas para a sua utilização doméstica, pelo que ficamos apenas a saber que ela é usada industrialmente para estes fins.
 
[relacionados tag=”Mirra”]

Mirra, descrição botânica

A Mirra, de seu nome científico “Commiphora myrrha (Ness) Engl. – Bixaceaea”, é uma planta, cujo porte varia entre arbustivo até ao porte arbóreo que pode chegar a atingir até cerca de dois metros e meio de altura. As suas folhas são pequenas, inteiras, compostas por folíolos e de forma oval. O sue caule possui dutos, formando longas cavidades onde é armazenada uma secreção granular, de cor amarela parda que aos poucos se transforma em um massa vermelha marrom. O seu odor e sabor, da resina, são aromáticos, acres e amargos.
 
 
[relacionados tag=”Mirra”]